sábado, 22 de janeiro de 2011

Livrai-me, Senhor de tudo o que for vazio de amor.


Libera-me

"Livrai-me, Senhor
De tudo o que for
Vazio de amor.
Que nunca me espere
Quem bem não me quer

Livrai-me também
De quem me detém
E graça não tem.
E mais de quem não
Possui nem um grão
De imaginação."


Carlos Queiroz

5 comentários:

  1. Um desejo delicioso que a todos devia preencher...

    Belo o seu cantinho! Fico!

    Beijinho

    ResponderExcluir
  2. Amém!

    Livrai-nos mesmo de coisas sem amor... Amor é vida

    ResponderExcluir
  3. Assim seja!

    Adorei essa poesia com tom de oração!

    Bom final de semana!

    Beijos!

    ResponderExcluir