quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Instante



Eu queria poder te dizer que tu mete os pés pelas mãos com essa tua liberdade que não  sabe usar, com esse liimite que não conhece o SEU limite.Mas quem sou?Não sei quem sou eu, nem quero saber.  Só sei que aprender a parar e escutar pode ser um começo, talvez (?!) Podemos aprender juntas essa arte de ouvir, de ouvir o coração, ouvir essa razão filha da puta quando ela berra nos nossos ouvidos pedindo um pouco mais de cuidado, um pouco mais de calma (?) ouvir o que está ao nosso redor, interpretar o que nos rodeia. Sentir o nosso corpo, sentir os nossos sentidos. Saber a hora de parar é necessário, baby. Porque quando vamos depressa de mais, podemos perder muitas coisas pelo caminho, a rapidez nos tira a beleza dos detalhes, a sutileza dos olhares, e são momentos que podem não mais voltar, são coisas que acontecem num instante. E o instante é tão delicado. Temos que aprender a apreciar o instante. Porque são sutiliezas que se perdem... num instante. Eu sei que não é fácil, eu também atropelo tudo, meu amor tem pressa, minhas vontades são teimosas, elas querem mesmo quando não é  a hora certa, mas e qual é a hora certa?! Também não sei!
Mas sei que a vida exige um pouco mais de calma, menos atropelos, e MEU DEUS, quão complicado é isso! Eu sei que não tem como pedir calma pra ALMA, para um desejo que arde, eu sei...eu sei que a saudade não escolhe hora pra bater e nos fazer perder o rumo, dessarrumar nossa agenda. A gente tem vontade de gritar pros filhos da puta e dizer que a gente tá aqui e que se não fosse pedir muito que eles podiam nos querer também. E sei também que morremos de medo que rejeitem nosso amor e por medo acabamos afastando - do jeito mais louco e estúpido-  aquilo que mais queríamos. Porque a rejeição seria mais dolorosa, e a incerteza é mais suave, mais lúdica, já a certeza pesaria, doeria. Não é?
Então, que a gente se permita sentir, sentir até doer. Mas que a gente aprenda a parar pra ouvir, nos ouvir...e que a gente permita e aceite quando alguém que, nos quer bem, diga: "CHEGA!PASSOU DOS LIMITES, PORRA!JÁ FEZ TUDO QUE PODIA, AGORA, PARTE PRA OUTRA!"  E vai ser feliz, meu bem....que tô indo, também.


4 comentários:

  1. Muito lindo seu blog!!!
    Dê uma olhada no meu
    http://mirela-oquenocabenocorao.blogspot.com/
    bjus

    ResponderExcluir
  2. Belo texto, escrito com a alma, as palavras vem de dentro, muito emotivo!
    Grande abraço e sucesso!

    ResponderExcluir
  3. Passei pra te desejar um maravilhoso mês de Novembro e para agradecer todas as vezes que você carinhosamente esteve visitando meu blog.
    Espero que volte em breve...

    Beijos
    Ani

    http://cristalssp.blogspot.com

    ResponderExcluir