quinta-feira, 24 de janeiro de 2013





Descobri que preciso de um porto, de uma referência, não sei viver largada, sem rumo, não sei ser desapegada de mim e dos meus. Posso ir, mas quero sempre ter pra onde voltar e, quem abraçar....Essa sensação de não ter, de completo abandono, de não ter um porto, um lugarzinho pra encostar a cabeça depois de um dia complicado faz com que eu me perca dentro de mim. Essa vida louca de sair sem rumo e não ter ninguém que me acolha não me agrada! Liberdade é ter algo pra se prender, um canto pra te acolher...estar feliz e não ter com quem dividir é solitário de mais!  
 
 
[Fernanda Barcellos]

5 comentários:

  1. Eu diria mais Fernanda...Mesmo quando estamos tristes, é tão bom ter um colo para nos acolher!!!
    Tenho uma amiga poeta que diz:- "Edson... Quando estiver se sentindo só, aqui sempre terá uma vodca e um colo!"
    Não estou bebendo, mas aceito o colo.

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. Oi Fê!..
    Vim trazer meu abraço, mesmo virtual. E mandar uma energia bem calorosa...
    Pra esse ser sensível e claro... cristalino, que sinto em vc.

    bjok

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. bem assim... como se perdesse as cores.

    ResponderExcluir